fbpx

Carros Elétricos: Quais os benefícios e desafios  

car-1149997_1280-1024x682

Conheça mais sobre esta revolução no universo automobilístico que promete aumentar a qualidade de vida nas cidades 
A necessidade de cuidar do planeta gerou uma nova onda de sustentabilidade em todas as indústrias, e a indústria automotiva não poderia ficar de fora. Os carros elétricos ainda estão buscando mercado nacional, mas sua popularidade vem ganhando força.  
Confira a seguir as vantagens e problemas que a incursão dos carros elétricos trazem ao consumidor e ao meio ambiente: 

Diminuição do uso de combustíveis fósseis 

Carros elétricos dispensam os combustíveis provenientes do petróleo, diminuindo assim a emissão de gases poluentes na atmosfera. Existem também carros híbridos, movidos à base de energia elétrica e combustíveis fósseis, que poluem bem menos do que os carros convencionais. 

Poluição zero 

Os carros elétricos são livres de poluição atmosférica e sonora. Por não emitir CO2, a poluição urbana de um carro elétrico é zero, porém a produção da energia elétrica utilizada pelo veículo ainda polui o meio ambiente. Esta poluição, no entanto, fica restrita às áreas em torno das usinas geradoras, que normalmente estão localizadas longe dos centros urbanos. 
Os motores movidos a energia elétrica não emitem som algum, e também contribuem para a diminuição da poluição sonora, problema constante nas cidades de todo o mundo. 

Investimento alto e baixa autonomia 

Por se tratar de uma novidade no mercado, o preço dos carros movidos a eletricidade é muito alto. A dificuldade de implementar novas tecnologias e o medo da recepção do mercado também reflete no preço dos veículos.  
A pequena autonomia dos modelos elétricos também é um problema para o consumidor. Em média, os carros elétricos são capazes de rodar 380Km com as baterias cheias, o que faz com que mesmo pequenas viagens precisem de uma parada para recarga. 

Dificuldades para reciclar as baterias 

A grande desvantagem dos carros elétricos se resume às baterias. Para fabricá-las, é necessário o uso de lítio e cobalto, e a demandas destes elementos e sua extração vêm crescendo ao longo dos anos. Além da retirada destas matérias-primas da natureza, outro problema reside na reciclagem das baterias.  
A reciclagem dos componentes das baterias é um processo muito complicado, e que ainda não possui um padrão de execução. Isto ocorre pois a produção das baterias envolve diferentes processos químicos, que variam de acordo com o fabricante. O setor ainda encontra desafios, mas promete se reinventar para atender à demanda cada vez maior de reciclagem de baterias. Levando em conta que a vida útil das baterias utilizadas em carros elétricos é de 10 anos em média, a solução para uma reciclagem adequada promete chegar logo. 
Agora que você já sabe melhor quais as vantagens e os obstáculos que o carro elétrico oferece, aproveite para visitar o site do ILOG e conhecer mais soluções para um planeta sustentável. 

Assine nossa newsletter e receba novidades da ILOG

Solicite um Orçamento

Obrigado por assinar nossa newsletter!