fbpx

Lixo Eletrônico: O que é e onde descartar? 

lixo-eletrônico-1024x681

Conheça os riscos associados ao descarte incorreto do lixo eletrônico e saiba por que o despejo adequado é tão importante 
O lixo eletrônico faz parte do nosso dia a dia. Televisores, partes de computador, celulares com a tela quebrada, caixas de som, monitores, e outros compõem esse compilado de lixo. O acúmulo de lixo eletrônico (e-lixo) vem crescendo rapidamente pelo planeta, devido ao alto consumo de aparelhos eletrônicos e sua longevidade cada vez menor. Conheça abaixo sobre os riscos que esse tipo de resíduo oferece, e como fazer o descarte adequado. 

 Os perigos à sua saúde 

Os aparelhos eletrônicos possuem diversos componentes em sua composição, sendo que vários deles trazem riscos à saúde humana. Elementos como: Cobre, Alumínio, Arsênio, Chumbo, Níquel e Cobalto, são cancerígenos e usados amplamente nos eletrônicos. O contato com componentes internos dos eletrônicos pode ser extremamente prejudicial, devendo ser evitado ao máximo. Tentar consertar equipamentos sem o devido conhecimento técnico pode colocar a sua saúde (e de outros) em risco.  

Os riscos para o meio ambiente 

Se despejado incorretamente, o lixo eletrônico traz grave perigo à saúde do planeta. Seus componentes podem ser altamente nocivos aos solos, lençóis freáticos e córregos.  
A contaminação de um riacho por chumbo, por exemplo, pode trazer problemas para grande parte da população. O chumbo não possui nenhuma função no corpo humano, sendo que sua ingestão pode causar sérios problemas, como danos cerebrais, abortos e alterações no sistema nervoso.  

Por que não doar? 

Um destino para aqueles eletrônicos antigos que ainda funcionam pode ser a doação. Instituições de caridade ou ONGs geralmente precisam de computadores e televisores. Se tudo estiver funcionando direitinho, seu bem material pode servir para outras pessoas, prolongando o ciclo de vida do equipamento. Assim, você contribui para um uso mais consciente e democrático da tecnologia. 

Onde descartar o lixo eletrônico? 

A melhor opção é retornar ao fabricante. Desde 2010, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), através da Lei 12.305/2010, trouxe vários avanços na área. Portanto, ao invés de jogar no lixo comum os resíduos eletrônicos, basta que você devolva o equipamento ao local de compra. Os estabelecimentos têm obrigação legal de receber e fazer a destinação correta do lixo eletrônico. 
Lojas de celulares já possuem coletas de aparelhos e baterias em todas as suas revendedoras oficiais. Alguns estabelecimentos de produtos eletrônicos até oferecem um serviço de coleta residencial de seus equipamentos, basta agendamento via e-mail ou telefone.  
Em diversas cidades, encontros são organizados para que a população possa descartar o lixo eletrônico diretamente para as cooperativas. Estes eventos geralmente ocorrem em parques durante o final de semana, e promovem a conscientização do público e um maior engajamento ecológico.
 
Agora que você sabe um pouco mais sobre o correto descarte do lixo eletrônico, aproveite para tirar da dispensa aquele computador antigo e ficar com a consciência tranquila. O ILOG fica à sua disposição por meio da página de contato para esclarecer qualquer dúvida.  
 

Assine nossa newsletter e receba novidades da ILOG

Solicite um Orçamento

Obrigado por assinar nossa newsletter!