fbpx

O que a cidade de Nova York pode nos ensinar sobre a reciclagem de plástico

View of New York at sunset, USA.

São inúmeras as vezes em que os plásticos acabam adentrando os rios e mares, poluindo nosso meio ambiente e prejudicando a fauna. Confira o case de Nova York

 
O governo de Nova York, nos Estados Unidos, juntou-se a cidades, estados e países do mundo inteiro a fim de tomar uma atitude drástica e extremamente séria visando a preservação da vida. Na cidade nova-iorquina, entrará em vigor a partir de 1º de março de 2020 a lei em que todas as lojas e empreendimentos estarão proibidos de utilizar sacolas plásticas.
Em troca, a opção é oferecer sacolas feitas de papel por um custo ínfimo. Parte desse valor arrecadado (5 centavos de dólar por sacola ofertada) irá para o governo local e o restante para um fundo de proteção ambiental.
Este projeto inclui também um aumento no investimento de energias renováveis no programa orçamentário. O Estado de Nova York deseja que 70% da demanda de eletricidade seja contemplada com energias renováveis e fontes limpas (eólica, solar, biomassa ou hidrelétrica).
 

Impacto do plástico no meio ambiente

Segundo a ONU Meio Ambiente, o plástico é o maior desafio ambiental do século XXI. O material desenvolvido no fim do século XIX para substituir produtos feitos a partir do marfim dos elefantes e poupar vidas animais atualmente é um dos maiores causadores de mortes da vida selvagem, prejudicando o meio ambiente e a fauna.
A cada ano, são despejadas nos oceanos cerca de 12,7 milhões de toneladas de plásticos, desde sacolas plásticas até canudinhos, de acordo com a Greenpeace UK. É uma quantia assustadora, considerando todo o impacto ambiental que estes resíduos fornecem ao planeta, principalmente os que são engolidos por animais, intoxicando-os.
 
Leia mais:
Entenda como o plástico afeta a vida marinha 
Quais materiais levam mais tempo para se decompor?
Descubra como funcionam as embalagens biodegradáveis
 
O Brasil está caminhando para uma época mais sustentável, mas ainda há muito que precisa ser feito. Mais conscientização e mais cuidado com o planeta e nossa vida, buscando meios alternativos e opções que substituem este material. Por isso, o case de uma das cidades mais populosas do mundo pode ser um excelente exemplo para o nosso país.

Assine nossa newsletter e receba novidades da ILOG

Solicite um Orçamento

Obrigado por assinar nossa newsletter!